Boletim 2014 – Abr/Mai/Jun

0
125

Destaques desta edição:

Por que me tornei reumatologista?

Os motivos pelos quais nos tornamos o que somos são diversos. Histórias de vida, experiências pessoais e familiares, exemplos de profissionais e seres humanos que admiramos e conquistas e derrotas nos levam a realizar escolhas ao longo da vida.

Serviço de Reumatologia em Goiânia já formou 24 residentes

Fazem parte da estrutura ambulatórios de lúpus, artrite reumatoide, outras doenças difusas do tecido conjuntivo, fibromialgia, osteoporose, espondilartrites e reumatologia pediátrica.

Coreografia e desafios do kung fu encantaram

Movimentos de dança, busca da perfeição e extrema disciplina foram alguns dos aspectos que atraíram a reumatologista Rita Nely Vilar Furtado.

Referências a doenças nos poemas de Cecília Meirelles – parte II

A obra de Cecília Meireles não é exclusivamente poética. Como prova, basta citar que, em 1998, foram publicados, no Rio de Janeiro, seis volumes do que ela escreveu em prosa. Como já assinalado, seu primeiro livro de poesias foi “Espectros”, de 1919, escrito quando tinha 16 anos.

Download do PDF

Deixe uma resposta