Serviço de Reumatologia do Hospital das Clínicas oferece duas bolsas para pesquisa

0
225

O Serviço de Reumatologia do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo oferece duas bolsas para pesquisa de pós-doutorado (médico, farmacêutico, biólogo ou biomédico). A bolsa terá dedicação exclusiva (40 horas/semana) e duração de 24 meses e será custeada pela Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP, processo nº: 15/18031-5, vigência: 01/03/2017 a 28/02/2022).

O projeto tem o título de: “Avaliação da relevância do monitoramento dos níveis sanguíneos comparados aos níveis salivares de drogas utilizadas em doenças autoimunes reumatológicas: aderência e compreensão de possíveis mecanismos envolvidos na eficácia e nos efeitos adversos”.

Os requisitos do candidato e benefícios da bolsa de pesquisa de pós-doutorado podem ser verificados no link: http://www.fapesp.br/oportunidades/avaliacao_da_relevancia_do_monitoramento_dos_niveis_sanguineos_comparados_aos_niveis_salivares_de_drogas_utilizadas_em_doencas_autoimunes_reumatologicas_aderencia_e_compreensao_de_possiveis_mecanismos_envolvidos_na_eficacia_e_nos_efeitos_adversos_/1535/

Os candidatos deverão enviar e-mail aos profs. drs. Eloisa Silva Dutra de Oliveira Bonfá e Clovis Artur Almeida da Silva para reumatologia.fmusp@hc.fm.usp.br comunicando que gostariam de participar do processo seletivo, com a seguinte documentação, até 16 de maio de 2017:

  1. a) Curriculum Vitae.
  2. b) Uma carta de apresentação e explicando as razões do interesse no projeto.
  3. c) Duas cartas de recomendação.
Resumo do projeto:
Nenhuma terapia medicamentosa é completamente livre de risco e o impacto associado à ausência de resposta, eventos adversos e má aderência podem afetar sua eficácia. Existe ainda uma grande variabilidade interindividual na resposta aos tratamentos no que diz respeito à eficácia e toxicidade e, para muitas drogas, existe também um período de semanas a meses para o estabelecimento dessa eficácia. Dentro desse contexto o presente projeto visa à avaliação da relevância do monitoramento dos níveis sanguíneos e salivares de drogas utilizadas em doenças autoimunes reumatológicas no acompanhamento da aderência à terapêutica. Além disso, este projeto pretende utilizar o monitoramento dos níveis da droga, embasados em estudos farmacocinéticos e de modelística farmacocinética/farmacodinâmica, para ampliar a compreensão dos possíveis mecanismos celulares, teciduais e imunológicos envolvidos na eficácia e nos efeitos adversos dessas drogas com a perspectiva de reduzir os danos e manter a eficácia terapêutica. A cromatografia líquida de alta eficiência (HPLC) associada à espectrometria de massa, que será utilizada para avaliar hidroxicloroquina, talidomida, glicocorticoides, é considerada a tecnologia padrão-ouro na análise qualitativa e quantitativa de fármacos no sangue e sua comparação com a dosagem na saliva é um avanço na simplificação do processo. A implantação desta metodologia destinada à pesquisa em nosso centro, com a necessária capacitação de recursos humanos, permitirá ainda a padronização e disponibilização dessa tecnologia avançada para outros projetos multidisciplinares em diversas áreas da ciência. Para os agentes biológicos o enfoque será a compreensão do possível papel dos anticorpos anti-TNF na perda eficácia, utilizando a metodologia de ELISA tipo captura. Esse projeto temático será dividido em quatro seções com seus respectivos subprojetos, conforme as medicações que serão estudadas: hidroxicloroquina, talidomida, glicocorticoides e agentes biológicos.